compagas-anuncia-estrategia-de-distribuicao-de-biometano-nas-suas-redes-ate-2026

Compagas anuncia estratégia de distribuição de biometano nas suas redes até 2026

A Compagas (Companhia Paranaense de Gás) anunciou nesta terça-feira (16), durante o 6º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano, em Chapecó (SC), seu plano de distribuir biometano por meio das suas redes de gás canalizado. A meta da empresa paranaense é inserir até 15% de gás renovável no portfólio de suprimento e disponibilizar ao mercado consumidor até 2026.

O objetivo é integrar a rede de distribuição às principais áreas produtoras de biometano, para viabilizar o escoamento deste combustível por meio de dutos, ampliando seu uso. 

O CEO da Compagas, Rafael Lamastra Jr., explica que a iniciativa faz parte da estratégia da Companhia de transformação da sua matriz energética, favorecendo o aumento da distribuição do biometano, uma energia limpa e 100% renovável. “A estratégia está no desenvolvimento de um mercado sustentável e eficiente, com energia limpa. Nossa meta corresponde ao volume de cerca de 100 mil metros cúbicos por dia de biometano a serem distribuídos no Paraná”, afirma.

A Compagas tem desenvolvido iniciativas para estimular o biometano nas suas redes. Em 2023 abriu sua primeira chamada pública para aquisição deste combustível. No total, 12 supridores participaram do processo e apresentaram propostas que, somadas, podem ultrapassar o potencial diário de 380 mil metros cúbicos de gás natural renovável para o Paraná.

Mais recentemente, em março de 2024, a Companhia encerrou sua segunda chamada pública, recebendo 14 propostas, de 10 empresas, para aquisição de biometano. Juntas, podem superar o potencial diário de 320 mil metros cúbicos de gás natural renovável.

Lamastra ressalta que a companhia olha para o futuro. “Temos um papel que começou lá atrás, pois enxergamos o mercado de distribuição de gás com inserção do biometano para atendimento a novos mercados, alinhado às metas de sustentabilidade. Nossa estratégia é ser o elo entre o produtor e o consumidor para viabilizar o consumo de biometano”, explica.

OUTRAS INICIATIVAS – Outro anúncio de destaque feito recentemente com a inserção do biometano foi o investimento de R$ 80 milhões para a retomada da operação de distribuição de gás canalizado em Londrina. Seguindo o plano previsto no novo contrato de concessão, a Compagas inicia sua expansão pela região Norte do Paraná, a começar por esta cidade, com a construção de novas redes de distribuição que atenderão, num primeiro momento, as indústrias, mas que também chegarão aos setores comercial e residencial. A expectativa é atender, também, a nova cidade industrial e oferecer ao mercado um polo industrial verde.

Ainda no evento, a Companhia apresentou a expansão do Projeto Corredores Sustentáveis. Trata-se da integração das principais rotas rodoviárias do Interior do Paraná com o Porto de Paranaguá, promovendo o transporte sustentável para a exportação de alimentos e para o agronegócio. Hoje o Estado já conta com dez postos em operação para abastecimento de veículos pesados a gás e projeta a entrada de mais dois até o mês de dezembro.

Lamastra também destacou os resultados com o teste do ônibus a gás, em especial com o veículo movido 100% a biometano, realizado em Londrina. Os testes com o veículo apresentaram uma redução de 10% em custos operacionais, diminuição de 60% nas emissões de material particulado e de óxidos de nitrogênio (NOx) e de 95% de dióxido de carbono (CO2).

Fonte: AEN

Veja Também.

Rolar para cima