gaeco-cumpre-mandados-na-segunda-fase-da-operacao-securus-via,-que-investiga-possiveis-crimes-cometidos-por-policiais

Gaeco cumpre mandados na segunda fase da Operação Securus Via, que investiga possíveis crimes cometidos por policiais

O Ministério Público do Paraná, por meio do Núcleo de Guarapuava do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), cumpriu nesta quarta-feira, 10 de abril, quatro mandados de busca e apreensão na segunda fase da Operação Securus Via, que investiga possíveis crimes de corrupção passiva praticados por um policial penal, um policial militar e um servidor terceirizado do Departamento de Polícia Penal do Paraná (Deppen). Também foi efetuada uma prisão em flagrante.

Os agentes já foram denunciados pelo Ministério Público por exigirem vantagens indevidas de presos da cadeia pública de Laranjeiras do Sul (Ação penal 0004384-61.2023.8.16.0104). As cobranças seriam para que os denunciados viabilizassem transferências e concedessem privilégios na unidade prisional.

Nesta segunda fase, a operação buscou identificar pessoas que dissimularam a movimentação e o recebimento das propinas pelos agentes públicos. O Ministério Público obteve indícios de que um advogado e um ex-detento intermediaram essas transações, praticando o crime de lavagem de capitais. Os mandados foram cumpridos em endereços relacionados aos investigados, sendo um em Cascavel e três em Laranjeiras do Sul, em residências e um escritório de advocacia.

Com o cumprimento das ordens judiciais nesta quarta-feira (10), foram apreendidos 19 cartuchos de munição, R$ 6 mil em espécie, uma camisa da Polícia Civil, um giroflex, aparelhos de telefone celular, além de equipamentos eletrônicos diversos e documentos que farão parte das investigações subsequentes.

Matérias anteriores

21/09/2024 – Gaeco de Guarapuava cumpre mandados de prisão preventiva e de busca na Operação Securus Via, que investiga possíveis crimes cometidos por policiais

[email protected]

Fonte: MPPR

Veja Também.

Rolar para cima