parana-vai-sediar-congresso-brasileiro-de-ecoturismo-e-turismo-de-aventura

Paraná vai sediar Congresso Brasileiro de Ecoturismo e Turismo de Aventura

Pela primeira vez, o Paraná será a sede do Abeta Summit, o Congresso Brasileiro de Ecoturismo e Turismo de Aventura. O evento, considerado um dos mais importantes fóruns de discussões do setor, acontecerá entre os dias 30 de outubro e 02 de novembro em Foz do Iguaçu, no Oeste.

O anúncio do Paraná como anfitrião ocorreu durante a WTM Latin America, evento em São Paulo que é uma vitrine de inovação e ofertas de novos produtos, destinos e tecnologias da indústria de viagens e turismo.

O Abeta Summit reúne de forma dinâmica e interativa empresários, gestores públicos, consultores, acadêmicos, ativistas, jornalistas, guias e condutores. Neste ano, acontecerá a 21ª edição do evento. O Paraná possui 423 atrativos registrados no segmento de turismo de aventura e ecoturismo, além de 71 Unidades de Conservação, sendo 25 abertas a visitação pública.

“O turismo de natureza e ecoaventura é um dos principais segmentos no Estado. Por isso, receber esse evento é um reconhecimento dos nossos destinos, colocando o Estado no centro da discussão nacional”, destacou a diretora de Promoção, Inovação e Inteligência Turística da Secretaria do Turismo do Paraná, Andressa Szekut.

Para o diretor executivo e sócio fundador do Abeta Summit, Luiz Del Vigna, o evento será um ambiente para a troca de ideias com o objetivo de encontrar soluções para o turismo de natureza brasileiro. Ele afirmou, ainda, que as belezas naturais do Paraná e de Foz do Iguaçu foram fundamentais para a escolha do destino do evento em 2024.

“O Paraná é privilegiado por ter Costa Oeste e Leste banhados por águas. Além disso, Foz do Iguaçu é uma cidade diferenciada do Brasil, que une três países e tem as Cataratas, que é uma das Sete Maravilhas do Mundo”, destacou.

ABETA SUMMIT – O Congresso Brasileiro de Ecoturismo e Turismo de Aventura é organizado pela Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura. Realizado desde 2003, é o principal evento da cadeia produtiva do turismo de natureza no Brasil.

Com uma grande variedade de palestras, oficinas de capacitação, estudos de casos e visitas técnicas, o Congresso busca produzir conhecimento e melhorar a capacidade de gestão e inovação de micros e pequenos negócios, ampliar a rede de relacionamentos dos participantes, e promover novas oportunidades de negócios para empresas e destinos turísticos.

O diretor de Patrimônio Ambiental do Instituto Água e Terra (IAT), Rafael Andreguetto, afirma que o Estado está se preparando para receber esse evento no final do ano. “O Instituto Água e Terra e a Secretaria do Turismo estão trabalhando para apresentar todos os produtos, riquezas e atrativos do Estado. O Paraná foi o primeiro Estado do País a ter uma concessão de uso de um parque nacional e também foi o primeiro a realizar uma delegação de uso de um parque estadual, que foi o Vila Velha”, disse.

“Além disso, mantemos diversas gestões compartilhadas com prefeituras, indígenas, ONU, entre outras entidades, para a conservação, manutenção e exploração turística desses espaços verdes”, complementou.

Fonte: AEN

Veja Também.

Rolar para cima