Sancionada lei que pretende privatizar 204 Colégios Estaduais no Paraná

O governador Ratinho Junior sancionou nesta terça-feira a lei que cria o programa Parceiro da Escola e permite a implantação em 204 unidades elegíveis da rede estadual.

Ele foi aprovado por ampla maioria na Assembleia Legislativa após discussões nas duas últimas semanas.

O programa da Secretaria de Estado da Educação tem a finalidade de melhorar a gestão administrativa e de infraestrutura de escolas estaduais mediante parceria com empresas especializadas em gestão educacional.

As empresas ficarão responsáveis pelo gerenciamento administrativo de escolas selecionadas e pela gestão de terceirizados na limpeza e segurança.

Segundo Ratinho Junior, o próximo passo é a consulta aos professores, pais, alunos e responsáveis, que vão decidir, de forma democrática, se querem implantar o projeto em suas escolas.

O Parceiro da Escola será instalado mediante consulta semelhante à feita para implantação dos colégios cívico-militares, ou seja, dentro de um processo democrático, ouvindo a comunidade escolar.

A votação nas escolas será preferencialmente de forma presencial.

A consulta vai acontecer em 204 escolas, nas quais foram observados pontos passíveis de aprimoramento em termos pedagógicos, projetando inclusive a diminuição da evasão escolar.

Marechal Cândido Rondon não está na lista de cidades que terão colégios estaduais privatizados, contudo estão incluídos os municípios de Pato Bragado, Mercedes, Nova Santa Rosa, Toledo, Ouro Verde do Oeste, Guaira, Assis Chateaubriand, dentre outros.

O líder do Governo da Assembleia Legislativa, deputado Hussein Bakri, defende a iniciativa

R.Difusora do Paraná

Veja Também.

Rolar para cima